Conteúdo disponível no pacote ouro do CONALCO 3

CONGRESSO ONLINE DE ATUALIZAÇÃO EM ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR

1a edição: da introdução dos primeiros alimentos ao primeiro ano de vida do bebê

Palestras

Grupos de Apoio nas Redes Sociais: formando agentes multiplicadores de informação

Simone de Carvalho

Pedagoga com especialização em Psicologia da Educação pela PUC/SP Mestranda do Centro de Investigação em Pediatria – Saúde da Criança e do Adolescente – UNICAMP Membro do Comitê de Ética da FCM Fundadora da AMS Brasil - APOIO MATERNO SOLIDÁRIO Organização Comunitária sem fins lucrativos Apoio à Maternidade, Empoderamento Materno e Acolhimento da Mulher. Responsável pelo projeto Se as Mães Soubessem (também no facebook e instagram)

Alimentação e Saúde: o que isso tem a ver? 

Natália Almeida

Pediatra e Endocrinologista Infantil pela Universidade Federal de São Paulo-Escola Paulista de Medicina. Atende em consultório particular em São Paulo aonde trabalha com Medicina Funcional e Preventiva, Puericultura Pró-Aleitamento Materno e criação com apego. Idealista da prevenção de qualquer desordem emocional, física e social ainda na gestação e nos primeiros anos de vida, com alimentação natural, aleitamento materno exclusivo e amamentação prolongada, em conjunto com inteligência emocional. Criadora do perfil Pediatria Funcional no Instagram e Facebook.

Questões afetivo-emocionais na volta ao trabalho

Raisa Pinheiro Arruda

Mãe do Hugo e Psicóloga, graduada pela Universidade de Fortaleza, com orientação psicanalítica. Já atuou na área de Psicologia Escolar, e Saúde Pública, com Dependência Química. Atualmente atende em consultório particular, com atendimento de psicoterapia à adolescentes e adultos, acompanhamento materno e orientação de pais; presta serviço de consultoria familiar, um serviço de orientação para pais e família sobre desenvolvimento infantil e educação. Organiza eventos e palestras voltados para o público materno e familiar, faz parte do projeto Enlace Dourado, sobre amamentação; e criadora do blog Mamãe é Psicóloga, que virou o projeto Reflorescer.

Rede de apoio na volta ao trabalho: a importância da puericultura

Ana Heloisa Gama

Médica pediatra há 30 anos. Adora a puericultura, o trabalho de atendimento de bebês e crianças para o acompanhamento e orientação de suas famílias. Criadora do SOS Mamães e cia - atendimento das dificuldades com amamentação e grupo com gestantes. Trabalha com atendimentos em consultório na Barra da Tijuca/RJ. Saiba mais sobre seu trabalho no site www.sosmamae.com.br e no Facebook.

Leis trabalhistas: direitos e deveres da mulher na volta ao trabalho

Vanessa Gragnani Reigada

Advogada e mãe do Rafael. Graduada em Direito pela PUC-Campinas e pós-graduada em Direito Tributário pelo IBET/SP. Atuou durante 10 anos em escritórios especializados na área tributária. Em 2014 foi convidada para ser membro efetiva da Comissão da Mulher Advogada da OAB/SP e desde então passou a defender os direitos das mulheres - em especial das mamães - nas mais diversas áreas. Idealizadora do blog Juris Materna, que trata com todo o carinho de todos os direitos e deveres maternos e paternos previstos em lei. Ajudar pessoas a saberem dos seus direitos é mais que seu dever, agora é sua missão!

A alimentação láctea nos dois primeiros anos de vida

Kelly Oliveira

Médica pediatra formada pela Universidade de São Paulo (USP), apaixonada pela profissão e pelas crianças. Adora conversar, ler, viajar e escrever. Criadora e autora do blog Pediatria Descomplicada, onde escreve dicas e orientações aos pais sobre o universo da saúde infantil.
Defensora do atendimento humanizado,  da amamentação e entusiasta do método Baby-Led-Weaning. É especialista em Amamentação pelo International Breastfeeding Centre localizado em Toronto, Canadá. Cursa Residência Médica em Alergia e Imunologia na UNIFESP. Atua no Hospital Albert Einstein em parceria com o SUS e atende também em consultório em São Paulo. Facebook: /PediatriaDescomplicada Instagram: @pediatriadescomplicada

Dando continuidade à amamentação na volta ao trabalho

Cristiane Faccio Gomes

Fonoaudióloga, Especialista em Motricidade Orofacial (CFFa), Consultora Internacional em Amamentação (IBLCE), Mestre em Educação (UNESP), Doutora em Pediatria (UNESP), Pós-Doutorado em Saúde Coletiva (UEL), Docente do curso de Fonoaudiologia UNOPAR, Coordenadora da Especialização em Aleitamento Materno (UNIFIL), Londrina - PR. Atendimento de mães e bebês na amamentação.

A formação do paladar

Fabíola Frezza Andriola

Nutricionista Especialista em Gestão Pública em Saúde, em Psicologia do Comportamento Alimentar e em Nutrição Clínica Personalizada com ênfase em Nutrigenômica. Atua em Consultório Particular, em Escola de Educação Infantil e Saúde Coletiva. Atualmente vive uma experiência BLW e lançou o desafio “as 100 primeiros SABORES do Ben”, compartilhando  suas experiências no Instagram @nutrifabiola e Página Sabores do Bem - BLW e IA Participativa

 

A introdução alimentar precoce: mitos e verdades

Camila Mendes

Nutricionista formada pela Universidade Paulista, é mãe do Ikaro e apaixonada por nutrição infantil. Autora da página NutriMae (www.facebook.com.br/nutrimae) e moderadora dos grupos Falando de introdução alimentar e Falando de Alimentação Saudável, da AMS Brasil, no Facebook.

A importância da mastigação na formação orofacial e oclusão

Andréia Stankiewicz.

Cirurgiã-dentista (UFRGS), especialista em Odontopediatria e Ortopedia Funcional dos Maxilares, com ênfase na atenção ao paciente respirador bucal, dentista intensivista (SOBRATI), pós-graduada em Odontologia Neonatal e Aleitamento Materno e Odontologia Hospitalar. Coordenadora da Unidade Materno-Infantil da Clínica Vivavita – Odontologia & Saúde no Hospital Central de Araçatuba-SP. Trabalha voluntariamente auxiliando mães/famílias em grupos de apoio na internet (Grupo Virtual de Amamentação, Crescer Sem Violência). Mãe de dois: Luiza (5 anos) e Pedro (3 anos).

O papel da puericultura na alimentação complementar

Kaliane Aires

Médica pediatra, idealizadora e escritora do Clube das Mãezinhas no face e instagram. Mãe de Duda e Pedro José. Defensora da alimentação infantil saudável, incentivadora da amamentação e chef de cozinha exclusiva dos seus filhos.

Introdução alimentar de bebês não amamentados: qual a diferença?

Karine Duraes

Nutricionista especialista em nutrição em pediatria pelo Instituto da Criança da Faculdade de Medicina na USP, pós graduada em fitoterapia e alimentos funcionais, iniciou sua carreira há 10 anos em banco de leite referência de São Paulo. Decidiu ser nutricionista materno infantil quando teve sua filha, há 15 anos e o auxílio de uma nutricionista garantiu seu aleitamento. Atuou em instituições de referência para atendimento em nutrição infantil, foi diretora da Associação paulista de Nutrição. Atualmente, ministra aulas e palestras na área, faz parte da câmara técnica em nutrição infantil do Conselho Regional de Nutrição,é uma das idealizadoras do Grupo de estudos em alimentação na gestação Gerar, escreve um blog de referência, além de participar ativamente de redes de apoio à nutrição infantil e aleitamento materno.

Amamentação e a volta ao trabalho é possível: nossa experiência

Isabela Crivellaro Gonçalves

Fonoaudióloga com mestrado e doutorado pela Faculdade de Medicina da USP-SP, consultora em amamentação e autora do Blog Tetê nosso de cada dia. Ajuda mães e bebês com dificuldades no estabelecimento da amamentação. Saiba mais sobre seu trabalho em www.isacrivellaro.com

 

Rede de apoio na volta ao trabalho: o papel da escola

Líria Valverde Knutti

Psicóloga formada pela PUC/RJ. Mãe de 2 e uma mulher que veio a ser a cada nova maternidade, onde a partir de cada uma, seu caminho profissional foi se delineando. Com experiência em saúde mental hospitalar de adultos e crianças, marketing, terceiro setor e meio ambiente, enveredou para a Educação Infantil, abrindo sua creche escola há um ano, no formato em que acredita poder fazer seu melhor possível: desde o acolhimento, passando pelo respeito ao ser humano e uma alimentação de qualidade.

Cuidados com o planejamento do cardápio do bebê na volta ao trabalho

Giselle Duarte

Nutricionista formada pela UNIRIO, mestre em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela UFRRJ, especialista em Nutrição Clínica pela UFRJ e doutoranda em Ciência Nutricionais pela UFRJ. Trabalho com pesquisas na área de alimentos funcionais, probióticos e elaboração de produtos / preparações para fins especiais visando prevenção de doenças. Atualmente é professora assistente do Instituto Federal do Rio de Janeiro e tem experiência em consultório há mais de 10 anos. Também é autora do blog Maternutri.

Educação alimentar: o papel da escola na formação de hábitos de vida saudáveis

Paola Bueno Preusse

Nutricionista formada em 2001 pela São Camilo, especializada em Fisiologia do Exercício pela Unifesp e com atualização em Pediatria pelo GANEP, encontrou sua verdadeira paixão depois da maternidade. Sua maior professora é a Clara, uma menininha de 3 anos e todas as crianças que atende. Autora do blog Maternidade Colorida e do instagram: @maternidadecolorida, onde posta dicas, receitas e o café da manhã de sua casa diariamente. Faz consultorias em nutrição sobre introdução dos sólidos e para todas as fases da alimentação saudável no âmbito familiar, consultas domiciliares, além de cardápios personalizados de acordo com as necessidades de cada família.

A importância das redes de apoio para o baby-led weaning

Amanda Perin Nonose

Acadêmica do curso de Letras Português/Espanhol e Respectivas Literaturas, pela UNIOESTE. Mãe de dois em tempo integral, professora nas horas vagas. O interesse pelo BLW veio durante a gravidez do segundo filho, após uma introdução alimentar desastrosa e traumática com a primeira filha. Entusiasta, autodidata e divulgadora do método desde 2013, administra o grupo "Baby-Led Weaning: BLW" no facebook, palestra em oficinas sobre o método e atende na forma de consultoria em BLW, sempre focando para o lado prático do BLW, no dia a dia, de mãe para mãe.

BLW ou Tradicional: posso combinar os métodos?

Aline Rodrigues Padovani

Fonoaudióloga e Mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo - USP/SP, especializada na avaliação e tratamento dos distúrbios de deglutição. Mãe em tempo integral e dedicada a difundir o baby-led weaning e outros tópicos sobre introdução alimentar no blog "Tá na hora do papá.com" e no instagram @tanahoradopapa. Moderadora do grupo "Falando de Introdução Alimentar" do Facebook. Idealizadora do CONALCO - Congresso Online de Atualização em Alimentação Complementar.

Baby-led weaning: abordagem nutricional

Michelle Ferreira Bento

Nutricionista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 2008, pós graduada em nutrição clínica funcional pelo Instituto Valéria Pascoal. Atua em consultório e como personal diet, além de prestar consultoria em escola. Atualmente vive uma experiência BLW com seu filho. Instagram @nutrimichellebento

Baby-led weaning: abordagem fonoaudiológica

Flavia Giacinto

Fonoaudióloga especialista em deglutição e seus distúrbios e especialista em neurociências pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Pós graduada em linguística aplicada pela Universidade de Estocolmo - Suécia. Realiza atendimento domiciliar em alterações da deglutição e (re)introdução alimentar de crianças e adultos, psicomotricidade e desenvolvimento infantil. É mãe da Luisa, sua melhor produção. Com ela, entrou a fundo no mundo da introdução alimentar participativa e no baby-led weaning, de onde não saíram mais. Atualmente divide suas experiências com BLW no Instagram @blwdaluluka e no grupo do Facebook BLW da Luluka

Abordagem psicossocial da introdução alimentar

Isabela Bovendorp

Psicanalista, especialista em emagrecimento, transtornos alimentares e compulsão alimentar. Trabalha com psicoterapia em consultório há 3 anos e vem há mais de 12 anos pesquisando sobre diversos temas relacionados ao autoconhecimento, bem-estar físico e emocional, qualidade de vida, mental e espiritual. Saiba mais em: www.ibpsi.com.br

Trabalho e BLW, é possível? - Relatos de casos

Juliana Carvalho Palodeto

Zootecnista e ex-empresária que hoje exerce papel de esposa e mãe da Betina de 1 ano e 5 meses em tempo integral. Apaixonada por alimentação saudável, começou a estudar o BLW e ver nele a possibilidade da família toda ganhar mais saúde. Aplicou o BLW em sua filha e a família aprendeu a se alimentar de forma mais saudável. Estuda e se aprofunda constantemente na área, divulgando e ensinando o método pela internet e através de oficinas presenciais. É uma das moderadoras do grupo Baby-Led Weaning: BLW no Facebook. Idealizadora do Facebook e Instagram "O que a Tina come", onde passa, de forma prática, informações para aplicar o método BLW, dicas e receitas para uma alimentação familiar saudável.

Introdução alimentar em crianças com atraso no desenvolvimento global

Adriana Bueno

Fonoaudióloga da Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação. Graduada em Fonoaudiologia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) com Aprimoramento Profissional em Fonoaudiologia Hospitalar pelo Hospital das Clinicas - FM/USP . Especialista em Disfagia pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia.

Alimentação e Autismo: possibilidades e desafios

Adriana Fernandes

Fonoaudióloga pela UFRJ com 11 anos de atendimento clínico no Rio de Janeiro, Especialista em Inclusão Escolar e Transtornos do Espectro Autista pela PUC-Rio, Certificação Internacional em Integração Sensorial pela Clínica Ludens/University of Southern California, Terapeuta DIR/Floortime, Fundadora do Projeto AFETOTERAPIA, Criadora do CONPSAU - Circuito Online de Palestras sobre o Autismo.

Alergias alimentares na primeira infância: nossa experiência

Heloize Milano

Mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo. Especialista em Biotecnologia pela Universidade Federal de Lavras (UFLA). Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo. Técnica em Bioquímica pelo Colégio Técnico Estadual " Conselheiro Antônio Prado". Moderadora dos grupos Falando de Introdução Alimentar e Falando de Alimentação Infantil Saudável da rede Apoio Materno Solidário - AMS.

Quando o saudável vira doença

Nathália Petry

Nutricionista, graduada pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). É idealizadora do Centro de Alimentação Consciente e Intuitiva (CACI) e do Congresso Online de Alimentação Consciente e Intuitiva. É coach de Meditação Mindfulness pelo Instituto Nutrição Meditação e Consciência. Tem foco de atuação na área de Nutrição Comportamental, utilizando técnicas de Alimentação Consciente e Alimentação Intuitiva, e seu trabalho visa a auto-aceitação, o comer sem culpa, a alimentação flexível, sem proibições e sem medo e a manutenção de um peso saudável. Trabalha também na área de Transtornos Alimentares, tendo experiência internacional (National Eating Disorders Association).

A introdução alimentar participATIVA na Síndrome de Down: nossa experiência

Ingrid Câmara Barros

Administradora de Empresa por formação e mãe integral com total dedicação do Nicollas de 12 anos e do pequeno Alexandre de 1 ano, que nasceu com síndrome de Down. E fez desse susto inicial se transformar em motivação para enfrentar e vencer possíveis dificuldades que você pode acompanhar no Instagram @21motivosparasorrir onde ela posta o dia a dia e todo desenvolvimento desse pequeno, inclusive como ela lida com a alimentação junto a Síndrome.

10h | Cozinhando e falando sobre introdução de alimentos: aprenda a fazer um bolo sem açúcar para bebês

Viviane Laudelino Vieira

Nutricionista com mestrado e doutorado pela Faculdade de Saúde Pública da USP na área de nutrição infantil. É pesquisadora e supervisora do CRNutri (FSP/USP). Atende gestantes, bebês e mães com foco como conselheira em amamentação e para orientação pro BLW em consultório particular na zona oeste de São Paulo. Depois de se tornar mãe da Manuela, é militante na defesa da amamentação e da saúde materno-infantil e hoje é sócia-proprietária do Maternidade Sem Neura, com fanpage no Facebook. Autora do livro infantil “Por que alimentar-se bem?”.

13h | Empreender em casa: nossa experiência

Danielle Abreu Costa

Militar, formada pela Academia da Força Aérea Brasileira,  Bacharel em Administração de Empresas,  desistiu da carreira e decidiu empreender para ficar mais tempo com seu filho. É mãe do Léo e empreendedora materna, idealizadora da @ecojuba, loja de itens infantis voltada para o consumo consciente.

15h | Licença maternidade de 4 meses: nossa experiência

Flavia Carvalho del Monte

Fonoaudióloga formada pela USP (Universidade de Sao Paulo), durante a espera da Isabela retomou o interesse pelos estudos sobre aleitamento materno e introdução alimentar participATIVA. Enfrentou o desafio e o prazer da amamentação exclusiva até os 6 meses, mesmo voltando ao trabalho aos 4 meses de sua filha.

19h | Volta ao trabalho no setor público: nossa experiência

Joyce de Lemos Gonçalves

Mãe do Arthur, de 2 anos e 4 meses. Foi servidora do município do Rio de Janeiro por 2 anos e meio, e é servidora pública no município de Niterói desde janeiro de 2014. Entre uma aula e outra, modera alguns grupos de apoio materno nas redes sociais.

21h | Comida de bebê é comida de verdade: dicas práticas de uma mãe para não sucumbir aos industrializados

Fernanda Torrens Fontoura

Advogada que não advoga e mãe em tempo integral da pequena Diana de 1 ano e 6 meses. Sempre amou cozinhar e se descobriu através da maternidade, antes mesmo da introdução alimentar da sua filha. Dedicou-se a buscar uma alimentação de qualidade, simples e saudável. E desse amor, descoberta e filosofia surgiu o instagram @comidinhasdadiana, em que compartilha as refeições da Diana, lanchinhos e dicas de rotina na cozinha com a finalidade de ajudar e inspirar outras mamães a oferecerem uma alimentação de qualidade às suas crianças. Lá se conta uma história de amor, em forma de pratinhos.

10h | A alimentação escolar nas escolas públicas brasileiras

Rosana Padial

Assistente Social e assessora de programas sociais. Graduada em Serviço Social, pela Faculdade de Serviço Social de Lins - SP. Trabalhou com o conteúdo da alimentação em escolas públicas do Brasil, de 1999 a 2012. Isso permitiu um acompanhamento da política de alimentação escolar. Com o tema alimentação saudável e hábitos sociais nos momentos da refeição, procurei provocar uma consistente reflexão sobre os momentos da alimentação nas escolas de ensino fundamental e também na educação infantil. Essa reflexão pautava basicamente dois eixos temáticos: o aspecto simbólico da alimentação e nossos hábitos sociais no momento das refeições. Este conteúdo sempre foi tratado de forma conjunta com dois profissionais fundamentais: o diretor e a merendeira da escola. Linkedin: http://br.linkedin.com/pub/rosana-padial/29/152/a27/

13h | Reforçando os bons hábitos alimentares na creche/escolinha

Roberta Miranda de Oliveira

Nutricionista graduada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Especialista em Nutrição Clínica pelo Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE/UERJ). Pós graduanda em Gastronomia aplicada à nutrição. Formada em terapia floral pela Healing Herbs. Apaixonada pela Nutrição Comportamental e pela Gastronomia trabalha com atendimentos individuais e em grupos, além de ministrar palestras e cursos à quem se interessa por saúde, comportamento e bem estar. Atua também dando consultorias em escolas e creches. Instagram @robertaoliveira_nutricionista

15h | Alergias alimentares na escola: desafios e propostas

Juliana Marçal

Nutricionista materno_infantil, formada pela UFRJ, Especialista em Atençao Integral à Saude Materno Infantil pela UFRJ. Trabalha com gestante e crianças a mais de 7 anos, no atendimento clínico  e pesquisa pela UFRJ. Mãe de uma menina e um menino com alergia alimentar. Por isso tem vasta experiencia com manejo dietetico da alergia alimentar. Atende em consultório e domiciliar. Realiza consultorias para escolas. Autora da Fan page Alergia Alimentar na Escola, no Facebook.

19h | Alimentação intuitiva, comensalidade e abundância

Fabiolla Duarte

Educadora, e é partir desse lugar que inicia seu trabalho com introdução alimentar. Formou-se educadora no Emerson College, Inglaterra e na Belas Artes de São Paulo, Brasil. Estuda informalmente alimentação e cultura alimentar. Em 2010, quando seu filho estava para completar 6 meses, criou o Colher de Pau, um modelo de introdução alimentar baseado no desenvolvimento cognitivo, prontidão motora e comensalidade. É doula e sente que todos os aspectos da maternagem estão interligados. É mãe, e é seu filho quem tem, mais do que qualquer livro, lhe ensinado há mais de 5 anos sobre comida, amor e respeito.

21h | Alimentação responsiva: repensando a introdução alimentar tradicional

Naila Soares

Nutricionista graduada pela Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM). Se apaixonou pela pediatria logo nos primeiros anos de atendimento clínico; se especializando, então, em Nutrição Pediátrica, Escolar e na Adolescência pela Universidade Estácio de Sá. Atualmente, trabalha com atendimento clínico exclusivo de gestantes, bebês, crianças e adolescentes em consultório particular na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Saiba mais sobre seu trabalho em www.nailasoares.com.br Facebook: Nutricionista Naila Soares Instagram: @nutrinfantil_nailasoares